06 abril, 2010

História (in)definida

É demasiado complicado escrever sobre ti e sobre tudo o que passamos juntos.
Arrependida do que fiz? Nada.
Envergonhada? Talvez.
Soube bem e isso não vou negar, não faria sentido estar a mentir a ti e a mim.
Um dia digo-te que marcas-te a diferença.

Anseio pelo dia
Em que te vou voltar a ver

1 comentário:

  1. O que é bom acaba rápido, mas pode SEMPRE voltar!

    ResponderEliminar