22 junho, 2010

"Passámos por muito, toda a gente o viu
magoámo-nos, mas nunca desistimos,
e o tempo passou, talvez tempo demais,
mas finalmente ficámos juntos,
e é assim que eu quero ficar, não quero que a nossa felicidade acabe
mesmo com a saudade presente, e a distância entre nós
penso sempre em ti, e não desisto porque sei que mais tarde ou mais
cedo, te vou voltar a ver, e quando isso acontecer
vou aproximar-me de ti, abraçar-te com todas as minhas forças,
e depois de um longo e comprido beijo de saudade,
direi EU AMO-TE, e com isso toda a saudade morrerá,
e haverá ainda mais espaço para o nosso amor crescer."

Pedro Henriques
Por nada deste Mundo penses que vou desistir de ti, hoje chamaste-me melhor amiga, secalhar nem te deste conta do quanto isso é importante para mim.
Prometo-te que toda a espera vai valer apena, és diferente e eu sinto-o na minha pele, é um sentimento tão forte que chega a ser palpável.
Amo-te

2 comentários:

  1. GOSTO. ADORO. AMO.

    As emoções escritas neste texto são tão fortes que eu as sinto também. E podia escrever, uma linha, duas linhas, três linhas, uma página, duas páginas, um livro até que nunca iria chegar, porque a emoção não se escreve... Sente-se. E porque Tú já a 'tentaste' (e não escrevo tentaste por estar bem ou mal escrito, mas porque sei que as emoções são dificeis de definir e que nada melhor se não senti-las) escrever e eu nada mais tenho a dizer. Numa palavra: PERFEITO, mas porque dizer palavras se não existem palavras (para descrever)?

    ResponderEliminar
  2. Estão lindos, ambos os textos *.*

    ResponderEliminar